5 coisas estranhas em Berlim

Hoje faz exatamente 1 semana que cheguei a Berlim de malas e cuia – literalmente.

Minha amada esposa ainda não se juntou a mim, então a lista com as 5 coisas estranhas em Berlim são de minha opinião… Quem sabe, quando ela chegar por aqui, ela também faça a lista com as suas considerações 🙂

Uma semana parece pouco, mas como fui muito bem recebido por amigos, então o meu processo de adaptação foi acelerado, e pude ter uma visão – limitada ainda, claro – do que é Berlim, o seu povo e suas “estranhices”.

Deixando um pouco o papo-furado de lado, vamos a lista das 5 coisas estranhas de Berlim!

5. É permitido fumar

Sim… Infelizmente aqui, na capital da terra do chucrute, ainda é permitido fumar dentro de bares e restaurantes.

Apesar do resto da  Alemanha ser contra este hábito, em Berlim ainda é possível encontrar diversos restaurantes ou bares onde pode-se fumar tranquilamente.

Isso acaba sendo especialmente ruim aos não fumantes pois, pelas baixas temperaturas que Berlim tem, não há janelas ou portas abertas, e isso ajuda no acumulo da fumaça no ambiente.

Roupas e cabelo, esqueça do cheirinho de mon bijou!

4. O preço da cerveja

Não é porque a lista é sobre coisas estranhas, que não posso colocar as boas coisas também!

A cerveja aqui é extremamente barata e há infinitas opções! Se eu quisesse beber todas as marcas e tipos de cerveja que há em Berlim, eu não teria tempo suficiente nesta vida para fazer isto.

No supermercado você encontra as melhores cervejas por centavos de euro. Um pack de 6 garrafas de cerveja de 500ml é facilmente encontrado por menos de 5 euros. E estou falando de cerveja de qualidade! Erdinger, Löwenbräu, só para ter uma noção.

BONUS: O preço da coca-cola chega a 2,5 euros nas ruas de Berlim, enquanto que a cerveja custa 1 euro. Nos momentos de sede, qual deles você preferirá? rs

3. Interruptor de luz do banheiro ao lado de fora

Entrar no banheiro e ficar procurando pelo interruptor de luz? Quem aqui já não fez isso…

Em Berlim, uma das coisas estranhas está no fato do interruptor de luz do banheiro ficar no corredor, ao lado de fora. Faz algum sentido?

Algumas das explicações que já ouvi foram que, por questões de segurança, o interruptor deve estar a X metros das torneiras ou que é para evitar acidentes com mãos molhadas. Mas a minha teoria é que os alemães são pessoas bem humoradas e deixaram a armadilha preparada para quando, seu amigo ou esposa, estiver no banheiro você possa desligar a luz deixando-o(a) apavorado(a)!

2. Vaso sanitário com “degraus”

Assunto meio polêmico, mas que sinto a obrigação de falar.

Muitos vasos sanitários contém “degraus” para que, no exercício do número 2, a “produção” não seja misturada ou perdida de alguma maneira. Sim… Ela fica estacionada no primeiro degrau, quase sem nenhum contato com a água, e somente desaparece após a descarga.

Eu, particularmente, acho isso muito estranho e desnecessário! Ficar cara a cara com o monstro não é algo fácil de lidar, rs.

Mas há uma explicação histórica para a existência destes “degraus”. Durante a guerra, havia poucos recursos médicos ou remédios disponíveis. Então a população alemã – não sei se em outros lugares também – tinha que ter um cuidado redobrado com a sua saúde, e uma das formas que eles utilizavam para isto, era analisar todos os dias a sua “produção” de número 2. Verificar a presença de sangue ou vermes era algo necessário na época. Esta é uma herança pouco útil nos dias de hoje mas ainda presente, e é uma das coisas estranhas em Berlim.

1. Número do seu apartamento… Não existe!

Esse é um grande problema para nós, brasileiros, que não estamos acostumados com este modo desorganizado organizado dos alemães.

Quando você pedir o endereço de onde os seus amigos moram, não fique surpreso que nenhum deles irá te passar o número do apartamento, e não fique encucado com isto, porque não é que ele não queira te receber.

Os apartamentos em Berlin simplesmente não tem números.

Agora você deve estar pensando a mesma coisa que eu, quando descobri isto… Como, em um prédio de 23 andares, o carteiro sabe onde deixar a correspondência?

Simples! Ao invés dos números, o carteiro procura pelo seu sobrenome! Óbvio que… pera… 23 andares X 8 moradores por andar em média = 184 apartamentos… Eita que confuso!

E é mesmo, esta é uma das muitas coisas estranhas de Berlim… Alguns prédios tentam facilitar a vida das pessoas criando uma lista ordenada alfabeticamente dos seus moradores e seus respectivos “andares”, mas na grande maioria dos prédios não é assim. Você perderá algum tempo procurando o interfone do seu amigo na primeira vez que você for visita-lo, então chegue alguns minutos antes do combinado, ok?

 

E você, conhece outras coisas estranhas em Berlim? Compartilhe conosco!

Você também poderá gostar de:

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedIn

One thought on “5 coisas estranhas em Berlim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *